WTC7

.posts recentes

. Trabalho com precariedade

. Saindo da UE

. A rapina de Timor-Leste: ...

. Empresa de limpeza em Tel...

. De quem é o vírus Zika?

. Bem-vindos ao apartheid d...

. Adolescente americana ame...

. Perante o caos, o saque e...

. A canalhice final contra ...

. Atirá-los ao mar

. Pensar a violência

. O que queremos dizer quan...

. “Je Suis CIA”

. A Rússia invade a Ucrânia...

. Marx fala sobre os 25 ano...


Tecnologia de FreeFind

.Arquivos


eXTReMe Tracker

.subscrever feeds

blogs SAPO
Terça-feira, 1 de Setembro de 2009

Liberdade para Miguel Ángel Beltrán Villegas, preso político na Colômbia!

Os abaixo-assinados EXIGIMOS a imediata liberdade do Dr. Miguel Ángel Beltrán Villegas, sociólogo e historiador colombiano detido no México pelo governo cúmplice de Felipe Calderón e deportado ilegalmente para a Colômbia em Maio de 2009, o qual apoiamos ao mesmo tempo que expressamos o nosso mais profundo repúdio à hostilização que sofrem os que denunciam e lutam contra as injustiças na América Latina.

 

Miguel Ángel está actualmente preso no pavilhão de alta segurança da Prisão Modelo de Bogotá. A detenção de Miguel Ángel recorda-nos que as asas do “Condor” do colaboracionismo repressivo continuam abertas na América Latina e de nenhuma maneira podemos permitir que o imperialismo estado-unidense continue a avançar no seu propósito de conquista e dominação.

 Miguel Ángel Beltrán Villegas

A prisão de Miguel Ángel é um claro sinal da criminalização do protesto e da luta social por parte do governo dos Estados Unidos e dos seus lacaios locais, que não duvidam em exercer o terrorismo de Estado para travar o avanço dos movimentos sociais no continente. Miguel Ángel Beltrán hoje encontra-se preso e acusado de “terrorista”, enquanto o terrorismo de Estado na Colômbia assassina, sequestra, tortura e prende todo e qualquer «opositor ao regime», recordando-nos os tempos em que as ditaduras latino-americanas faziam desaparecer os lutadores sociais.

 

Em concordância com o golpe de Estado nas Honduras, hoje a Casa Branca instala as suas “bases” militares na Colômbia pela mão do seu principal aliado, o títere Álvaro Uribe Vélez. Hoje a Colômbia é a plataforma a partir da qual de volta a ameaçar a América Latina. Exigir a imediata libertação de Miguel Ángel é rechaçar as ingerências imperialistas na região.

 

A partir da sua cela de máxima segurança, Miguel Ángel afirmou que as paredes que hoje «aprisionam o seu corpo», não «aprisionam o seu pensamento» e expressou o seu «convencimento de que  nesta luta chegaremos até ao final, para que o pensamento possa circular livremente no país e não se veja ameaçado por aqueles insensatos que aspiram a reviver os tempos da inquisição, condenando à fogueira os que expressam ideias e opiniões diferentes». Fazemos nossas as suas palavras.

 

 

Para saber como se solidarizar com Miguel Ángel clique aqui (www.tlaxcala.es).

publicado por Alexandre Leite às 19:00
link do post | comentar | favorito
|

Todos os textos aqui publicados são traduções para português de originais noutras línguas. Deve ser consultado o texto original para confirmar a correcta tradução. Todos os artigos incluem a indicação da localização do texto original.

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

Crise Alimentar

A maior demonstração do falhanço histórico do modelo capitalista



Em solidariedade com a ACVC

Camponeses perseguidos na Colômbia

"Com a prosperidade dos agrocombustíveis, a terra e o trabalho do Sul estão outra vez a ser explorados para perpetuar os padrões de consumo injusto e insustentável do Norte"



Investigando o novo Imperialismo

↑ Grab this Headline Animator


.Vejam também:

Associação de Solidariedade com Euskal HerriaManifesto 74
Sara Ocidental Passa Palavra
XatooPimenta NegraO ComuneiroODiárioResistir.InfoPelo SocialismoPrimeira Linha
Menos Um CarroJornal Mudar de Vida
Blogue OndasBioterra





InI Facebook

.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.